Oito perguntas a…

Steffi Behrendt, encarregada oficial do patrimônio da humanidade da cidade de Stralsund

Estou visitando Stralsund: o que não posso deixar de ver?

O mercado antigo é uma obrigação. Aqui se encontram ainda a prefeitura e sua famosa fachada, além da monumental Igreja de São Nicolau (Nikolaikirche), com sua rica decoração. Ali perto, temos a exposição do patrimônio da humanidade de Stralsund, que mostra a Unesco, o conceito atrás dos patrimônios e a razão pela qual Stralsund está na lista. Um passeio pelo porto também é essencial. Lá, perto dos iates e barcos a vela, encontra-se o museu-veleiro Gorch Fock I.

Do que você mais gosta aqui?

Todo o centro histórico de Stralsund é cercado por água. Isto é especialmente visível no mirante da torre da Igreja de Santa Maria (Marienkirche), a uma altura de 80 metros. De lá, tem-se uma visão fantástica de todo o centro medieval da cidade. Se o tempo estiver bom, dá para ver também a ilha de Rügen e, se o tempo estiver ainda melhor, consegue-se ver até a ilha de Hiddensee.

Você tem alguma dica especial?

Um pouco fora do passeio convencional existe o mosteiro Heilgeist, onde malvas-rosa florescem no verão. Todas as casas tombadas foram carinhosamente restauradas.

O que mais a impressionou na sua primeira visita?

Quando eu era criança, fui ao Museu Marítimo na Hafeninsel, que até hoje é um dos museus mais visitados em toda a Alemanha. Em 2008, inauguraram o elaborado anexo Ozeaneum, que em 2010 foi eleito o Museu do Ano na Europa, devido a suas exposições inigualáveis e arquitetura imponente.

Qual é a época do ano mais bonita?

Agitação no verão e calmaria no inverno: assim se pode descrever Stralsund. Quem ama sol, vento e velejar, vai adorar o verão daqui. A brisa do mar transforma os dias muito quentes em suportáveis. No inverno é mais tranquilo. Aí se pode passear despreocupadamente pelos museus, mosteiros e igrejas ou tomar um café em um lugar confortável. Eu, particularmente, adoro os dias amenos de outono. E até meados de outubro dá para ter uma vida ativa ao ar livre.

O que mais devo visitar aqui?

Stralsund tem órgãos excelentes, que soam maravilhosamente agora que foram restaurados. Este rei dos instrumentos musicais pode ser admirado na Igreja de São Nicolau e na Igreja de Santa Maria.

Visitar patrimônios dá fome. Que especialidade regional não posso deixar de experimentar?

O original "arenque à Bismarck" é um prato popular e internacionalmente conhecido. Existe desde 1871 e o nome foi dado em homenagem ao chanceler Otto von Bismarck. O arenque do Mar Báltico é marinado em um molho temperado, suave e agridoce, e é mais gostoso degustado como sanduíche.

E qual patrimônio da humanidade você gostaria de visitar?

O Nepal, que tem a capital Catmandu como patrimônio, e o Monte Everest, que fica no Parque Nacional de Sagarmatha. Acredito que sejam locais bem impressionantes. Um dia gostaria de viajar para lá.

Steffi Behrendt

nasceu na cidade com o maior número de patrimônios mundiais na Alemanha: Berlim.

Desde 2003, ela é a encarregada oficial do patrimônio da humanidade de Stralsund, o que significa que ela também é responsável pelas relações internacionais e parcerias da cidade.